terça-feira, 2 de abril de 2013

Com a Cabeça a MIL



Quando eu digo que a vida muda depois que se tem um diaguinostico como esse, confiem em mim ela muda mesmo.
Tanta coisa eu já passei e quando me pego lendo o incio disso tudo eu nem acredito, que foi eu mesma a encarar tudo isso.
Estou na fase de realizações de exames para saber quais serão os próximos passos do tratamento.
Ápos 3 meses aguardando meu convenio aprovou um exame que chama BRC1 e BRC2, esse exame e para que eu possa saber se o  câncer que tive  é genético. Quando existe essa Mutações nos genes, BRCA1 eBRCA2, eles causam  câncer de mama e também podem causar tumores de ovário, isso quer dizer que se o meu resultado for positivo além de eu fazer a retirada da outra mama vou ter que fazer a retirada dos meu ovários, isso para prevenir que eu não venha ter outros tumores nessa região.

Eu não paro de pensar no resultado desse exame, pois caso o resultado seja positivo sei que mais uma vez vou passar por cirurgias.
Ai me pego pensando se o resultado for positivo  ele é hereditário então além de minha mãe ter me abandonado eu ainda vim ter essa maldita doença por causa dela :0( não sei como meu pscicologico vai reagir a isso tudo. Agora é esperar o resultado que só sai dia 07/05.
Tenho mais uma lista de exames a serem realizados, e o frio na barriga começa.
Estou convivendo com os sitomas  do tamoxifeno, olha esta complicado a minha relação com ele estou sofrendo muito de alteração de humor, ressecamento de pele e aquele calorão que só nossa senhora do ventilador para ajudar. Tem dias que pego em uma tristeza e outros estou tão bem que nem lembro o que passei.
Meus cabelos andam rebeldes, fiz progressiva mais mesmo assim é complicado domar a fera. 

Manter a vida “o mais normal possível” é o segredo para enfrentar o tratamento com confiança e harmonia. Auto estima também é algo muito importante, principalmente para pacientes mulheres estar bem consigo mesma é o melhor remédio para continuar a luta. 
Nos amar do jeito que somos é o primeiro passo para ser feliz durante e depois do diagnóstico.

3 comentários:

  1. Na, vc é meu exemplo de vida!
    Estou torcendo e rezando sempre por você, acredite!
    Foi maravilhoso vc entrar na vida, te desejo sempre força e fé! e não esqueça: TO CONTIGO!
    Bjs Leka Camaradas =)

    ResponderExcluir
  2. Nátali sei muito bem como é esse turbilhão de emoções pós câncer,a gente fica sem chão,sem ânimo,com medo,medo do provável e improvável,e pior é ouvir dos médicos,que vc não tem muito tempo,que o câncer está te consumindo!!!
    O câncer pode me tirar quase tudo,só tem uma coisa que ele não me tira... A MINHA FÉ!!!
    Que Deus te abençoe Nátali com a cura amém!!! Vc está em minhas orações!

    ResponderExcluir
  3. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom,
    li algumas coisas folhe-ei algumas postagens,
    gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha.
    Deixo-lhe a minha bênção.
    E que haja muita felicidade e saúde em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir